Trote telefônico

Escrito por Assessoria Parlamentar

Trote telefônico.

Meus amigos, o trote telefônico vem causando prejuízos notórios ao nosso País.

Estudo do Senado revela que a brincadeira tem consequências muito sérias. No atual contexto de dificuldade econômica por que estamos passando, é completamente inadmissível o desperdício de recursos com essas zombarias inconsequentes.

E ainda mais grave é a elevação do risco de óbito que representa para inúmeros brasileiros. Precisamos adotar providências rápidas para coibir essa prática tão danosa à população.

049-trotetelefonico

A Polícia Militar do Estado do Amapá, por exemplo, avaliou o custo de aproximadamente R$ 500 para cada atendimento indevido.

Com isso, as 120.000 ligações de trote que recebeu em 2014 somaram prejuízo de 55 milhões de reais.

Notem, meus amigos, que essa quantia é referente a apenas um serviço público, e de um único Estado brasileiro.

O dano aos cofres públicos fica ainda mais evidente ao se considerar o impacto da brincadeira sobre os gastos do SAMU em Alagoas, estimados em 229 milhões de reais.

“70% dos atendimentos emergenciais são relativos a trotes. Além de prejuízos bilionários ao país, para cada falsa ocorrência, prestadores de serviços perdem a oportunidade de atender uma necessidade real.”

A que cifra chegaremos se considerarmos todos os serviços vítimas da ofensa ao longo do território nacional? Partindo desses dois casos, parece lícito inferir que os prejuízos ao erário devem ser bilionários.

Ainda mais grave é que, para cada falsa ocorrência, os prestadores de serviços de emergência perdem a oportunidade de atender uma necessidade real. Ora, a probabilidade de salvar uma vítima de parada cardíaca, por exemplo, é tanto maior quanto mais cedo ela recebe atendimento.

Com isso, não é difícil perceber que essa brincadeira tem consequências fatais. Nesses termos, é alarmante a constatação de que até 70% dos atendimentos emergenciais são relativos a trotes.

Portanto, é inadmissível que a prática continue ocorrendo quando já conhecidos os efeitos altamente nocivos que ocasiona. Porque já está demonstrado que não se trata de mera brincadeira.

Antonio Bulhões
Deputado Federal / PRB-SP

Versão em PDF