Malefícios do álcool

Escrito por Assessoria Parlamentar

Malefícios do álcool.

Cenas preocupantes foram divulgadas em recentes matérias jornalísticas, com jovens expostos aos malefícios decorrentes do uso abusivo do álcool. Foi o ocorrido no chocante caso do jovem estudante que, após consumir elevada quantidade de bebida durante uma festa universitária, acabou falecendo na cidade de Bauru, no Estado de São Paulo.

“Além de danificar a memória e gerar dependência química, o álcool pode afetar o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea, com consequências muitas vezes irreparáveis.”

O caso, com a repercussão alcançada, deixou evidente a situação de extrema vulnerabilidade de tantos jovens. E o que é ainda mais grave! Situações semelhantes ocorrem de norte a sul do País, onde alunos transformam o espaço escolar em lugar para festas marcadas pelo inadequado consumo de substâncias entorpecentes.

008-xalcool

Especificamente em relação ao álcool, estudos médicos revelam o quanto ele pode ser nocivo à saúde. Ingerido em excesso, ele impacta o organismo de diferentes formas.

Além de danificar a memória e gerar dependência química, o álcool pode afetar o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea, com consequências muitas vezes irreparáveis.

O problema favorece também a desagregação familiar, pois com frequência aparece nas estatísticas de acidentes automobilísticos, comprovando o perigo existente quando o álcool é associado à direção.

Sabemos o quanto o álcool causa profundo impacto em toda a sociedade. E quando verificamos, com maior atenção, os números referentes aos jovens afetados pelo problema, a situação ganha contornos ainda mais dramáticos.

Reitero, portanto, meu compromisso em continuar a luta em prol da qualidade de vida de nossa juventude.

Antonio Bulhões
Deputado Federal / PRB-SP

Versão em PDF