Balanço Político de 2017

Escrito por Assessoria Parlamentar

BALANÇO POLÍTICO DE 2017

2017-12-20 Balanco do ano de 2017

Tema: Balanço da situação do país em 2017. Importância do Congresso Nacional na recuperação da economia brasileira e na elaboração de projeto para o País. Mensagem de otimismo para 2018.

Data: 20/12/2017
Sessão: 402.3.55.O
Hora: 18:52

O SR. ANTONIO BULHÕES / PRB-SP, pronuncia o seguinte discurso:

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, às vésperas do encerramento do ano legislativo, este difícil e conturbado 2017, sentimo-nos no dever de promover o otimismo, até porque permanecemos convictos do papel do Parlamento na retomada do crescimento e na estabilização política do País.

A verdade é que vivenciamos circunstâncias excepcionais, cuja confluência assumiu contornos dramáticos em vários momentos.

Comecemos pela enormidade do desafio imposto ao Presidente Temer, chegado ao poder na sequência de um traumático impeachment, tendo de se haver com seríssimo problema de caixa e instalada recessão.

Ao imenso déficit fiscal e à estagnação econômica, somaram-se as turbulências da Operação Lava-jato e um ambiente sociopolítico marcado por intensa polarização. Durante meses, a sensação era de impasse: como impulsionar a economia, garantir o apoio necessário às reformas, conciliar politicamente a base de governo, reconquistar a confiança do mercado internacional, em um país dividido, em certa medida descrente da própria classe política e das instituições?

Pois bem, não obstante tenha enfrentado, além das resistências políticas, duas denúncias contra o próprio, a equipe do Presidente permaneceu dedicada a negociar uma agenda positiva para o País. Firme e coerente, encaminhou medidas de austeridade, manteve-se articulada com o Congresso e continua, ainda no apagar das luzes de 2017, trabalhando pela aprovação de reformas essenciais ao País.

Com tudo isso, não podemos deixar de comemorar a consistência dos sucessos obtidos, ainda que em números relativamente modestos. Houve índices positivos de crescimento e arrecadação, na indústria e no comércio, verificou-se aumento do nível de emprego formal e informal, explicitaram-se sinalizações positivas do mercado interno e do mercado internacional.

É o resultado de um esforço imenso, ao qual o PRB não se furtou, em momentos essenciais.

Não obstante, 2018 ainda permanece uma incógnita, sobretudo no que se refere à consolidação da economia e às eleições para Presidente e para o Congresso Nacional.

Pois bem, nesse contexto de tamanha turbulência, não temos dúvidas de que a recuperação do cenário brasileiro, em todos os aspectos, depende fundamentalmente deste Parlamento. Se hoje enfrentamos a discussão de medidas impopulares, as sucessivas idas e vindas na articulação política e, sobretudo, o desgaste junto à opinião pública enquanto classe, temos mais do que nunca de nos imbuir de espírito público e de responsabilidade cívica, e nos empenharmos, de modo inédito na história, na elaboração de um verdadeiro projeto para este País.

Talvez precisemos rever algumas metas, como retomar, na pauta zero da agenda nacional, os investimentos em educação. O exemplo internacional é contundente: não há desenvolvimento a longo prazo sem investimento em educação básica, inovação e tecnologia.

Do mesmo modo, os investimentos na saúde pública e na infraestrutura, capazes, de um lado, de reverter um dos aspectos mais cruéis da desigualdade social brasileira, e de outro, de promover as bases sólidas do desenvolvimento sustentável, compatível com os níveis de competitividade do mercado internacional, o que implica, ainda, a imprescindível redução do chamado Custo Brasil.

Não temos dúvidas, Sr. Presidente, de que apenas no contexto de um projeto claro, estruturado e amplamente debatido com a sociedade poderemos implementar reformas fundamentais, como a reforma tributária e a reforma da Previdência. Dito de outro modo, é preciso construir um horizonte perceptível para o País, em face do qual a população se reconheça em seus anseios e necessidades; é preciso, sobretudo, restaurar a confiança no sistema representativo, no sentido de que a cada voto corresponda um projeto e um compromisso político, do qual se preste contas, verdadeiramente, ao eleitorado.

Sabemos da grandeza do desafio histórico que se nos apresenta, em 2018 e nos anos seguintes. Saibamos todos enfrentá-lo, não apenas com fé e esperança, mas com demonstrações inequívocas de ética, trabalho sério e compromisso real com o interesse público.

Essa a mensagem que gostaríamos de deixar, ao final deste conturbado 2017.

Muito obrigado, Sr. Presidente.

ANTONIO BULHÕES
Deputado Federal / PRB-SP