40º Aniversário da Igreja Universal do Reino de Deus

Escrito por Assessoria Parlamentar

40º ANIVERSÁRIO DA IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS.

2017-06-27 40 anos da Igreja Universal 

Tema: Transcurso do 40º aniversário de fundação da Igreja Universal do Reino de Deus.

Data: 27/06/2017
Sessão: 169.3.55.O
Hora: 18:14

O SR. ANTONIO BULHÕES / PRB-SP, pronuncia o seguinte discurso:

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, agradeço ao Senador Eduardo Lopes e ao Deputado Márcio Marinho pela justa iniciativa de requererem a Sessão Solene do Congresso Nacional realizada hoje para homenagear os 40 anos da Igreja Universal do Reino de Deus.

Neste pequeno pronunciamento, digo que hoje é um dia de muita alegria para a membresia desta igreja, que acredita na perpetuação do legado do Senhor Jesus.

O legado a que pretendo chamar atenção não é o da mística religiosa. Pretendo usar este púlpito do Estado para dizer que o legado herdado é aquele da ética cristã que ordena a nossa sociedade. É o legado da ética do trabalho, da tolerância e dos valores que estruturam cada brasileiro.

A partir desta abordagem da cultura nacional, homenageio a comunidade de membros da Universal, porque em todo o Brasil dão mostras do empenho ético.

Nesses 40 anos, a doutrina repassada a cada membro ensina que não pode existir progresso quando não se tem merecimento. Para ter merecimento é preciso agir conforme a ética cristã.

Sabemos que nem só de pão vive o homem. Entretanto, a mesma ética ensina que quem não trabalhar duro nem do pão será merecedor. Pode parecer óbvio, mas traz repercussões significativas para a sociedade. É pela compreensão desse código que os nossos fiéis não costumam estar envolvidos em violência.

Como seria estupendo se a ética do merecimento pelo suor do rosto se espalhasse socialmente. Cresceríamos mais, porque seria diminuído o espaço para o improviso, para o jeitinho de sempre conseguir vantagens em tudo.

Também o corpo da Igreja Universal observa a tolerância como uma norma de conduta. Aprendemos que não devemos acusar, porque o pecado, a qualquer momento, pode ser renunciado.

É por isso que muitos dos nossos fiéis fazem missões evangelísticas nos presídios. Lá pregam que mesmo o encarcerado, arrependido sinceramente, será levado ao paraíso. Paraíso não só na outra vida, mas também nesta de prática cotidiana, porque as atribulações humanas se tornam nada além de uma leve prova do cumprimento dos desígnios de Deus.

As normas éticas ensinadas pela nossa Igreja Universal do Reino de Deus são o substrato dos valores que cada um dos nossos membros traz. Valores que repercutem positivamente na confiança da comunidade civil do bairro, da escola e do lugar de trabalho. Uma ética de fraternidade e honestidade que o amigo identifica e o empregador valoriza. Uma ética social reconhecida a partir do momento em que o outro passa a confiar.

Quando uma sociedade se organiza com base na confiança, os negócios e as promessas se realizam com mais facilidade. Quando, finalmente, o valor da confiança tornar a ser grande, nosso País será desenvolvido.

Parabéns à Igreja Universal do Reino de Deus por estes 40 anos ensinando a obrigação ética do trabalho.

Parabéns aos membros da nossa Igreja Universal, que demonstram à sociedade serem bons cidadãos porque cumpridores dos ensinamentos de Jesus Cristo.

Muito obrigado,

ANTONIO BULHÕES
Deputado Federal / PRB-SP